Peripécias de Vida XL


Gonçalo: Não tenho a certeza é aqui, não mora aqui a Susana tem uma filha chamada Mariana? – A minha mãe dirige-se à porta

Mãe: Olá Gonçalo. – Estes cumprimentam-se com um beijo, o que é normal pois são namorados – Olá Rodrigo.

Mariana: Mãe este senhor é o teu namorado?

Mãe: Sim, este é o Gonçalo, e este é o Rodrigo eu disse-te que tinha uma filho.

Mariana: Pois disses-te que tinha um filho não este rapaz, logo este rapaz.

Mãe: Qual é o problema? Que dispara-te, Rodrigo e Gonçalo entrei. – Entramos todos e a minha mãe e o Gonçalo não estavam a perceber nada do que se estava a passar, sentamo-nos à mesa, apetecia-me desaparecer dali, o jantar ia decorrendo normalmente quando a minha mãe diz algo – Meninos, eu e o Gonçalo temos uma coisa a dizer-vos…

Mariana e Rodrigo: Não em aí coisa boa. – Ao dizermos isto em conjunto os nossos olhos cruzaram-se mas eu desviei o olhar para a minha mãe e o Gonçalo.

Gonçalo: Eu e o Rodrigo vimos viver contigo Mariana, vamos viver todos juntos. – quando me disseram aquilo engasguei-me, e comecei a tossir bastante

Mariana: O Rodrigo vem viver comigo?

Rodrigo: Eu venho o quê? Vamos viver par onde? Preferia ir viver para a China, do que viver com esta. – e 
olhou para mim

Mariana: Eu preferia ir viver para o lado oposto do que estar contigo mas mesma casa.

Mãe: Chega, eu e o Gonçalo não vos pedimos opinião só vos estamos a informar do que vai acontecer, tentem perceber que eu e o Gonçalo amamo-nos e queremos que isto dê certo e precisamos de vocês para isso…

Mariana: Desculpa mãe e desculpa Gonçalo, isto não é com nenhum de vocês, no que depender de mim vocês vão ser felizes.

Rodrigo: No que depender de mim também.

Gonçalo: Já percebi que vocês os dois não se dão muito bem, mas façam isto por nós. E Mariana obrigada por me receberes em tua casa.

Mariana: Não tem de agradecer Gonçalo, só quero ver a minha mãe feliz e se é ao seu lado que ela se sente bem, se é consigo que ela quer ficar… sejam bem-vindos à nossa casa. Mas quando é que se mudam?

Gonçalo: Eu e a tua mãe estávamos a pensar neste fim-de-semana, é que a tua mãe quer que a tua avó me conheça o quanto antes.

Mariana: Neste fim-de-semana? Mas mãe, tu não trabalhas?

Mãe: Sim e o Gonçalo também, por isso é que vos queríamos pedir para vocês começarem sem nós.

Rodrigo: É, eu e ela virmos de minha casa com caixas às costas. – Disse ele a mexer na comida

Mariana: Sim o Rodrigo tem razão.

Mãe: Não é bem assim, eu e o Gonçalo amanhã não trabalhamos e trazemos o que podermos e vocês 
põem no sítio, o que for para a cave vai para lá e o que quiserem que fique cá em cima fica.

Rodrigo: Se é assim que querem… Vamos a isto.

Mãe: Já acabaram? Posso levantar a mesa? – Todos dissemos que sim, mas eu vi a que a minha mãe estava muito cansada e ofereci-me para arrumar a cozinha e o Rodrigo também – Tive uma ideia, Gonçalo anda conhecer a minha mãe

Gonçalo: Querida isso não era só no fim-de-semana? É que hoje… - Apercebi-me que o Gonçalo estava com um pouco de medo ou vergonha por ir conhecer a minha avó e disse-lhe que ela ia gostar muito de o conhecer e eles foram

Eu e o Rodrigo ficamos sozinhos a arrumar a cozinha, acho que nunca lavei tanta loiça, éramos 4 e sujou-se tanta loiça. De repente oiço uns risinhos, olho e era ele que se estava a rir de mim.

Mariana: E vais dizer o motivo de tanta risota? É que preciso de me rir também.

Rodrigo: O motivo? És tu! Ficas linda de avental, vou-te dizer.

Mariana: É já me disseram que fio linda de qualquer das maneiras, já tu… Perdes a graça num instante não 
é?

Rodrigo: Quem te dera tocar nestes abdominais…

Mariana: Quem que ouvir falar até pensa que és o melhor… Mas diz lá qual foi a razão para vires do 
Algarve. Ah, deixa-me adivinhar… as gajas não estavam como tu querias e decidis-te voltar foi? – Ele 
aproximou-se de mim e tirou-me o avental – E porquê que me tiras-te o avental? Não fico linda?

Rodrigo: Acho que aqui as gajas estão melhores e além disso o Algarve perdeu a piada. Porque iças melhor sem o avental, e porque te quero dizer e fazer uma coisa. – Cada vez mais se aproximava de mim

Mariana: Ai que querido vou tomar isso com um elogio… E eu não quero que me faças nem digas nada. – Ia-me virar para continuar a lavar a loiça mas ele impediu-me com um beijo, acabei por resistir e deixei-me levar pelo desejo daquele beijo de há dois anos, foi muito intenso e “soube-me” a saudade por parte dele e por minha também, mas eu não sei como mas consegui encher um copo cheio de agua, parei o beijo – Já vi que não perdes-te o jeito

Rodrigo: Sabes, lá no Algarve o que não falta é disto… mas espera lá… tu também querias este beijo, tu amas-me, tu própria o disses-te!

Mariana: Eu? Disse? Quando? – Perguntei muito intrigada

Rodrigo: Eu hoje vi-te naquele banco, e tu estavas a falar, eu ouvi tudo. Não precisas de fingir, que não gostas de mim. – Disse ele olhando para mim com os lindos olhos dele

Mariana: Tu és mesmo parvo, odeio-te e este beijo não significou nada para mim, tu és um parvo, egoísta, “come gajas” e eu… grr… Eu ODEIO-TE Rodrigo. – Fui a correr para o meu quarto

Rodrigo: Mariana, desculpa não queria fazer-te sofrer. – Eu parei e olhei para ele com os meus olhos cheios de lágrimas


Mariana: Tu já me fizes-te sofrer há dois anos, quando me dizias que gostavas de mim, mas eu disse-te Rodrigo, eu amava-te e tu foste embora com um maluco qualquer a querer fazer-me sabe se fazer o quê e tu foste embora, quebras-te a promessa, tudo o que disse é verdade… mas não consigo encarar-te, não consigo olhar-te e dizer que ainda és o rapaz que amo, sabes Rodrigo, acho que estou a confundir os meus sentimentos todos, o que sinto por ti mudou, ou melhor, estou confusa por um lado em dois anos não te esqueci, mas agora eu odeio-te, como é que foste capaz de quebrar a nossa promessa? Como Rodrigo? Tu prometes-te, eu… eu amava-te, desiludiste-me tanto… - nem sei como é que fui capaz de dizer, com as lágrimas a atropelarem-se umas às outras mas está dito, subi e fui para o meu quarto chorar 













O próximo capitulo irá ser publicado na segunda-feira (26 de Dezembro)
Desde já desejo-vos um Feliz Natal, com muitas prendas e com as pessoas que vocês gostam.
Não se esqueçam de comentar! 
Beijinhos Mara  

5 comentários:

Anónimo disse...

BOM NATAL, continua, estou a adorar a história ;D

writingspace1 disse...

I like it!

Catt. disse...

Obrigada meu amor , amo-te bichinha ! *.*

mara disse...

Anónimo: Obrigada, se fores a mesma pessoa que tem vindo a comentar os outros capitulo MUITO OBRIGADA ;D

Liis disse...

gosto muito da história!
Continua...

Liis - http://dei-teomelhordemim.blogspot.com/