Peripécias da Vida II



(chamada)

Mariana: Tou mãe?

Mãe: Diz filha.

Mariana: Podes falar? Já tas no intervalo?

Mãe: Sim diz que foi?

Mariana: Bem mãe, posso ir dormir a casa da Margarida?

Mãe: Hoje?

Mariana: Sim, mãe queria estar com ela e preciso mesmo de falar com ela por favor.

Mãe: Pronto esta bem, mas tens dinheiro?

Mariana: Tenho mãe não te preocupes.

Mãe: Beijinhos e porta-te bem, boas aulas.

Mariana: Oh mãe mas eu porto-me sempre bem, bom trabalho beijinhos.

Desliguei a chamada e fui ter com a Margarida e contei-lhe que a minha mãe me deixou. Fomos ter com o resto do pessoal e a Clara veio ter comigo e diz:

Clara: Olá, ta tudo bem contigo linda?

Mariana: É vou indo, mas não ligues não é nada de importante. – Menti-lhe para que ela não se preocupasse, 
mas ia ser difícil pois ela e a Margarida conhecem-me desde da pré-escola são as melhores amigas.

Clara: Está bem vou fingir que acredito, logo vais dormir a casa da Margarida?

Margarida: Sim vou e tu também linda?

Clara: Sim, tive sorte os meus pais vão passar o fim-de-semana fora e eu vou ficar sozinha, quer dizer tenho o meu irmão mas é como se estivesse sozinha.

Eu saí dali a correr e a chorar pois os meus pais não fazem nada disso, eles só discutem, discutem e discutem estou a ficar farta o ambiente em casa esta muito pesado, já não existem conversas só discussão eu não aguento muito mais isto. Passado um tempo vejo umas sombras a aproximarem-se de mim eram a Clara e a Margarida sentaram-se uma de cada lado e eu no meio e começa e a Clara a falar.

Clara: Linda estás chateada comigo?

Mariana: Não porque haveria eu de estar chateada contigo? – Disse intrigada

Clara: Porque eu falei naquilo dos meus pais e, tu estas assim, desculpa, mas eu não sabia de nada a Magui é que me disse agora desculpas? – Disse ela preocupada

Mariana: Oh esquece isso eu não ficaria chateada por causa disso e tu não sabias de nada por isso meu amor esquece.

Margarida: Bem temos um fim-de-semana muito preenchido! – Disse com um sorriso enorme

Mariana: Ai temos? E eu não sei de nada? Vá, contem tudo. Que vamos fazer? – Disse eu pondo um sorriso para elas ficarem descansadas

Clara: Sim, olha hoje vamos dormir a casa da Magui, amanha vamos ao shopping comer e no Domingo vamos para minha casa que eu tenho uns jogos novos para a playstation e tenho move! – Disse ela quase aos saltos 

Mariana: Pois é muito tentador mas eu não sei se... – nem me deixam acabar

Margarida: Se a tua mãe te deixa ir?

Mariana: Sim vou ter de lhe ligar outra vez e duvido muito que ela me deixe ir. – Disse ficando um pouco 
triste

Margarida: Aí é que tu te enganas a tua mãe deixa-te ir nós ligamos-lhe e ela disse que sim e disse também para te animarmos pois andas muitos em baixo – disse ela com um sorriso contagioso

Mariana: Vocês estão a gozar certo? Não era a minha mãe de certeza. – Disse bastante confusa

Clara: Oh linda queres ver a chamada? Nós temo-la aqui

Mariana: Não é preciso eu acredito em vocês meus amores lindos nunca vos quero perder vocês são as melhores!
Clara e Margarida: É nós sabemos que somos as melhores. 

4 comentários:

writingspace1 disse...

Vou ser muito sincera, eu ja estive nessa situação de "medo" nunca tinha mostrado a ninguem o que escrevia até há bem pouco tempo. E sabes desde que comecei a publicar tenho vontade de escrever mais, sinto que é isto que eu gosto de fazer e arrependo-me de o nao ter feito mais cedo. Afinal se é isto que gostamos, que nos dá prazer fazer, porque é que vamos guardar só para nós ou desistir?
Vou dar-te um conselho que me deram, poe tipo aquelas coisas de "gosto" ou "nao gosto" porque ha pessoas que leem mas nao comentam.
Continua,nunca desistas!
Cá para mim, essa história do Rodrigo e da Mariana vai da coisa :)

Se puderes le tambem a minha e deixa um comentario se quiseres.

Ass: http://writingspace1.wordpress.com

ShOninhA disse...

GosteI *.*

mara disse...

Obrigada, por gostarem :)

inêsmarques . disse...

obrigada por gostares da minha história, também estou a gostar muito da tua ;)