Peripécias de Vida XLIII

Durante o caminho eu e o Rodrigo íamos muito divertidos ate que eu paro e puxei-o para junto de mim.

Mariana: Rodrigo, eu amo-te… Hoje sou a mulher mais feliz do mundo!

Rodrigo: E no que depender de mim irás ser sempre a mulher mais feliz do mundo! Vou-te fazer a mulher do mundo para sempre…

Mariana: Ui isso não é muito tempo?

Rodrigo: Não queres que dure para sempre? – Perguntou fingindo-se de indignado

Mariana: Quero que dure para todo o sempre amor… - abracei-me a ele

Rodrigo: O quê que disses-te?

Mariana: Que queria que isto dura-se para sempre?

Rodrigo: Não, o quê que me chamas-te?

Mariana: Amor?

Rodrigo: Só queria confirmar…

Mariana: O quê?

Rodrigo: Que me chamas-te amor…

Mariana: E o que tem? Não gostas?

Rodrigo: Podes-me chamar assim sempre que quiseres, princesa. Mas agora quero fazer outra coisa… - 
Agarrou em mim e beijou-me, depois desde longo e maravilhoso beijo levou-me para casa

Chegamos e acendemos as luzes, os nossos pais não estavam em casa.

Rodrigo: Olha tens aqui um bilhete…

Mariana: Mostra… “Fomos trabalhar, só devemos voltar ao fim da tarde, comecem a desempacotar tudo… 
e o almoço é na avó!”

Rodrigo: Pelos vistos temos a casa só para nós amor.

Mariana: Não comeces com filmes…

Rodrigo: Eu? Filmes? Estás a falar de quê? Só quero dormir agarradinho a ti.

Mariana: E quem te disse que eu queria?

Rodrigo: Não queres dormir comigo?

Mariana: Claro que quero, já sonhava com isso há muito… ui… o meu sonho é dormir contigo… - disse eu ironicamente

Rodrigo: Estás a ser irónica, mas eu quero mesmo dormir contigo. E sim eu quando era puto sonhava com isto… - Ele ficou um bocado envergonhado

Mariana: Anda vamos lá para cima… e eu também quero muito dormir contigo…

Chegamos ao quarto, eu fui buscar o pijama para me vestir enquanto ele foi buscar não sei o quê lá baixo, chega, despede-se ficando em boxers. Eu cheguei ao quarto e ele já estava sentado na cama com o telemóvel.

Rodrigo: É melhor pôr o relógio a despertar para começarmos com aquilo…

Mariana: Tem mesmo de ser? Queria ficar contigo o tempo que eu quisesse…

Rodrigo: Então anda para aqui para dormirmos… - Ele abriu a cama – Tu não tinhas uma cama de solteira?

Mariana: Disses-te bem tinha, mas a cama foi ficando pequena, então comprei esta nova, hoje vai ser fácil 
aquece-la, hoje tenho-te aqui. – Viro-me para ele – Amo-te Rodrigo. – Ele não me responde, apenas me 
começa a dar pequenos beijos no pescoço enquanto eu lhe mexia no cabelo, a boca dele encontra a minha e tocou-lhe muito suavemente, a sua língua entrou na minha boca e vagueava como ah muito tempo não vagueava, e eu fazia o mesmo, enquanto as suas mãos me percorriam as costas, até ao fundo onde se encontrava a minha camisola as suas mãos entraram dentro da camisola e puxavam-na ergui os braços e ele tirou-ma, não conseguia pensar em mais nada a não ser no que estava a acontecer, os beijos longos causavam-me arrepios por todo o corpo, paro o beijo – Rodrigo, tu queres? – Disse com voz trémula

Rodrigo: Sim, acho que sim… mas queres esperar mais algum tempo?

Mariana: Eu quero muito mas…sim eu quero esperar mais algum tempo Rodrigo.

Rodrigo: Então esperamos o tempo que for preciso até te sentires preparada.

Mariana: Obrigada amor. Nem sabes o quanto importante tu entenderes isto.

Rodrigo: Não tens de agradecer meu amor, faço tudo por ti.

Virei-me para o outro lado e pus as mãos do Rodrigo na minha barriga e as minhas por cima das dele. Adormeci assim, de manha acordo com o som do despertador no meu quarto.

Mariana: Amor desliga isso… - Disse ainda muito ensonada, ele desligou e começou a dar-me beijos na cara, no pescoço, na boca e na testa – deixa-me dormir é sábado… - Pondo-me debaixo dos lençóis

Rodrigo: Vá lá princesa, acorda. Temos muito que fazer. – Levantou-se e foi abrir a persiana

Mariana: Eich, oh Rodrigo… baixa lá isso, tá sol a dar-me nos olhos e faz doer-me.

Rodrigo: Azar levanta-te – Atira-me com as almofadas que estavam no chão

Mariana: Estou de pé, satisfeito? – Levantei-me da cama e fiz cara de má

Rodrigo: Ai, a minha namorada está zangada. – Chagava-se para perto de mim

Mariana: Pois estou, só te pedia mais cinco minutos…

Rodrigo: Mas eu só quero despachar isto para depois ah tarde te fazer uma surpresa…

Mariana: A sério? E o que é?

Rodrigo: Se te disser deixa de ser surpresa, anda vamos preparar o pequeno-almoço. – Deu-me a mão e descemos as escadas, preparamos o pequeno-almoço em conjunto logo que o acabámos, fomos arranjarmo-nos, eu vesti um fato de treino e ele também vestiu um que estava numa das malas dele – Bem, vamos ao trabalho? – Perguntou

Mariana: Se tem mesmo de ser… - disse eu dando um suspiro

Rodrigo: Mexe-te, ou queres um empurrão?

Mariana: Já vou, calma…

Rodrigo: Assim não temos tempo para eu te fazer a surpresa. Levanta-te preguiçosa!

Mariana: Tá bem. – Pus-me a pé e fomos para junto das caixas começamos pelas dele, e levamos tudo para 
o quarto e começamos a pôr direito

Rodrigo: Ufa! Isto dá trabalho!

Mariana: Vá, já falta pouco amor… A seguir vou ligar à Diana ontem ela desapareceu e não disse nada aqui 
à gente, nem nada…


Rodrigo: Ela tá bem acompanhada não te preocupes.





Aqui está mais um capitulo da minha história, deixem as vossas opiniões por favor!
E o blog vai sofrer uma remodelação... Espero que gostem!

Beijinhos Mara

11 comentários:

Mel disse...

A-D-O-R-O ! Continua querida +.+

Mel disse...

De nada :D É na boa assério, continua com a tua história linda, beijo*

Mel disse...

Então porquê querida? Eu gosto, eu adoro histórias. E a tua intertém-me muito :D continua SIM! +.+

Mel disse...

Mas tu não tens de ligar a essas pessoas, se tu gostas de escrever, só tens é de continuar a fazer o que gostas. Eu gosto, e vou continuar sempre a querer que continues a escrever :D Vai por mim e por todas as pessoas que gostam do que escreves..

Mel disse...

continua sim fofinha ! :D Eu escrevo o que sinto, e hoje vou escrever, hoje foi o perfeito sexta-feira 13 dia do azar :c

Mel disse...

Sim ..

Mel disse...

Antes tivesse sido um dia normal.

Mel disse...

Eu até to explicava, mas aqui, é um pouco .. chato ;s

Mel disse...

Ok, vou exprimentar :)

Mel disse...

Querida eu já falei mas diz sempre que a mensagem não foi entregue porque saiste da conversação.

Catarina disse...

tmb me ia fazer a rapariga mais feliz do mundo !

amo-te .