Peripécias de Vida XXXIII


Agarrou-se à Diana, as lágrimas, eram demasiadas, eu ia para o meu quarto para deixa-las mais à vontade, mas fui impedida, pela voz da Raquel.

Raquel: Mariana, não precisas, tu pareces ser boa pessoa, eu conto-te tudo, vamo-nos sentar.

Diana: Sim, é melhor, conta-me o que se passou, foi ele? Esse homem…

Mariana: Raquel, podes confiar, eu vou-te buscar um copo de água. – Fui-lhe buscar o copo de água

Raquel: Obrigada, és muito simpática, bem vou começar a contar… - ela começou a falar já as lágrimas escorriam-lhe de uma maneira incontrolável

Bem, a Raquel foi violada mais ou menos na altura que eu, à medida, que ela contava as lágrimas escorriam-lhe pela cara, a mágoa, o sofrimento eram visíveis em cada frase, cada palavra que ela dizia, notava-se que foi bem pior que eu, ele tentou mesmo fazer sexo com ela, raptou-a, mas depois ouve um rapaz que a salvou, essa rapaz é agora o seu namorado, deu para perceber que foi uma história parecida com a minha, à medida que os acontecimentos foram passando o seu sorriso era cada vez maior, notava-se que o rapaz de nome Alexandre, teve um papel fundamental na vida dela, ela ama-o mesmo muito, eles são um exemplo de uma relação à distância ele está em Espanha e vem cá sempre que pode e ela também vai lá visita-lo, em fins-de-semana prolongados, nas férias, quando tem tempo, mas voltando ao assunto, ela estava a chorar porque ela foi ao facebook e tinha uma mensagem que dizia assim “ olá princesa, eu voltei. E quero encontrar-me contigo, quero acabar aquilo que deixei a meio, tu percebes. Oh bebé, estive na prisão e só pensava no teu corpo, naquele perfume que usas-te naqueles dias, no teu cabelo, só de pensar em ti fico excitado. Quando menos esperares terás uma surpresa minha. Ate à vista bebé!” quando li isto fiquei estupefacta, será que o homem que me fez o que fez, é o mesmo da Raquel? Ai meus deus, será que ele quer vingança? Será que nos quer às duas? Tenho de falar com o Rodrigo, mas já era tarde por isso fomos para a casa da minha avó, o ambiente continuava o mesmo, a alegria predominava aquela casa. Passado pouco tempo fomos cada um para sua casa, pois já estava a ficar e amanha tinha de acordar cedo pois o Rodrigo ia começar o seu “trabalho” de ser meu guarda-costas, não me importava de ter um guarda-costas tão lindo como ele, era um privilégio, sabia que quando chegasse à escola ia ser alvo dos olhares de lado, por vir com um dos rapazes mais bonitos da escola, mas pouco me importava, essas pessoas iriam ter inveja, mas se soubessem a verdadeira razão não iam ser assim tão egoístas. Cheguei a casa ainda queria tomar banho para me refrescar, mas o cansaço apoderou-se de mim e fui directa para a cama, não dormi muito bem, tava a ter pesadelos com o homem, ele raptou-me e à Raquel também, estava a tentar o que não conseguiu de nenhuma de nós, nesse instante acordei muito sobressaltada, levantei-me e fui tomar banho arranjei-me e desci para tomar o pequeno-almoço com a minha mãe.

Mãe: Bom dia, dormis-te bem filhota?

Mariana: Tive um pesadelo, mas já passou, dormis-te bem?

Mãe: Sim, por acaso já não dormia assim à algum tempo.

Mariana: Pudera mãe, estas sempre a trabalhar, não tens tempo nenhum para ti. Mãe, o Sr. Alberto não tinha outro filho ou filha?

Mãe: E tem Mariana, mas acho que a filha do Sr. Alberto fugiu com um homem, nunca mais deu sinal de 
vida, apenas se sabe que está casada com homem muito rico, nunca ligou aos pais, nem quando a mãe deles 
partiu. O Sr. Alberto não gosta de falar muito do assunto como deves calcular ele não gosta de falar muito sobre o assunto. Bem minha princesa, hoje tens aulas o dia todo não é?

Mariana: Não fazia ideia dessa situação, sim mãe tenho aulas o dia todo, saio às 18h e 25m, o Rodrigo vai fazer o prometido, buscar e levar a casa não te preocupes com nada, a que horas chegas?

Mãe: Chego por volta das 19h, eu faço o jantar não te preocupes, se houver algum caso de urgência eu ligo e vais jantar à avó. Mas acho que não, só se houver algum acidente ou alguma coisa desse género, esperemos que não.

Mariana: Ok mãe, olha vou acabar de me arranjar o Rodrigo daqui a pouco está aí a tocar à campainha. Bom trabalho mãe, até logo.

Mãe: Ok princesa, juízo nessa cabecinha, tem cuidado. Eu também vou sair para o trabalho, bem adeus filha, boas aulas.

Despedimo-nos e fui acabar de me arranjar, quando estava pronta, vejo uma sombra na sala, agarrei num objecto pesado que encontrei, fui-me aproximando muito devagar e com muito cuidado, para que essa pessoa não me ouvisse, quando me ia pronta para lhe dar na cabeça ele vira-se… era o Rodrigo.

Rodrigo: Tu queres-me matar, maluca?

Mariana: Ai, Rodrigo, és parvo ou quê? E vê-la a quem chamas maluca ya?

Rodrigo: Agora, passas-te a ser a minha maluca e vou-te tratar assim! A tua mãe, estava a sair e eu estava a tocar à campainha, deixo-me entrar e fiquei aqui à tua espera maluca, mas tu vies-te com isto para me matar foi? Queres me matar? – Disse-me enquanto me tirava o objecto das mãos

Mariana: É grande nome vou-te dizer, e tu agora és o meu parvo! Mas olha podias ao menos dar um grito a dizer “ei Mariana despacha-te já cheguei” qualquer coisa, pensei que era outra pessoa parvo, mas vá vamos estamos a ficar atrasados. Queres ir a pé ou de autocarro?

Rodrigo: Ei, desculpa maluca, para a próxima grito, para demorares menos, já es linda não precisas de ficar mais. Vamos a pé. Mas tu ainda não fizes-te uma coisa muito importante!

Mariana: Oh parvo, eu não demorei! E o quê que eu ainda não fiz? – Ignorei a parte de eu ser linda, estava a meter-se comigo

Rodrigo: Oh maluca, ainda não me cumprimentas-te! Caso eu saiba sou o teu melhor amigo, por isso tens de me cumprimentar. – Virando a cara para eu lhe dar um beijo na cara

Mariana: És o meu melhor amigo, mas não te vou dar um beijo até tu mereces! Por isso esforça-te! Vá anda, temos de ir. – Agarrei-o pelo um braço e puxei-o ate cá fora

Estávamos a caminhar muito alegremente, até que começou a chover a postes, abrigamo-nos debaixo de um café à espera que passasse até que o Rodrigo se lembrou de começar a correr, eu fiz o meu que ele, mas não esperava por mim, a chuva era cada vez mais intensa, ele ficava cada vez mais perto de mim, então comecei a correr muito e apanhei-o.

Mariana: És mais parvo do que eu julgava, agora estou encharcada, vamos para ali para nos abrigar. – Disse eu apontando para uma paragem de autocarro

Rodrigo: Oh minha maluca, não vamos à chuva, vamos correr… - entretanto ele começa a correr

Eu chamava-lhe tantos nomes por dentro, nem imaginam, comecei a cansar-me de tanta correria que parei para respirar, a chuva não era tão forte, o céu começou a limpar, as nuvens não eram tão negras. Até que eu Mariana Martins tive uma excelente ideia.

Mariana: Rodrigo, ajuda-me, ajuda-me… - ele vem a correr muito ate que chega à minha beira

Rodrigo: Mariana, magoaste-te… - enquanto ele dizia isto eu empurrei-o para o chão e sussurrei-lhe “esta é para ter mais avanço, agora tenta apanhar-me, parvo” nisto levantei-me e comecei a correr enquanto ele olhava para mim

Mariana: Então, não me vens apanhar Oh mister Corrida! – ele levantou-se e correu ate ela

Apanhou-me muito facilmente, quando me alcançou agarrou-me e puxou-me junto a ele, estávamos cada vez mais próximos, ate que eu me lembro de falar.

Mariana: Já te disse que te odeio, parvo?

Rodrigo: Já te disse que te amo, maluca?

Agarrou-me pelo pescoço e beijou-me o canto da boca, fechei os olhos e deixei-me levar por ele, foi o um beijo cheio de paixão por parte dele e minha também, era impossível negar eu AMAVA-O, quando ele parou o beijo continuamos o caminho sem falar, pois o silêncio, tornava-se mais simples que a fala…   


Já tenho o meu menino de volta, este capitulo acho que dá para compensar e minha ausencia, nesta ultima semana.
Tambem estou bestante feliz, passaram por cá mais de 2000 mil pessoas. OBIRGADA
Agradeço os vossos comentários, são muito importantes! 
Amanha e sexta tenho testes, por isso devo publicar no fim de semana, obrigada a todos por me seguirem e gostar da minha historia.
Obrigada, meus lindos, espero que gostem deste novo capitulo de "Peripécias de Vida"!
Beijos Mara 

17 comentários:

Flor disse...

Ai que LINDOO *-*
Este não compensou NADA! tens que postar outro, ainda MAIOR!
Tou a bricar feia :3
Mas posta rapidinho!

Catt´s disse...

Ainda bem que ja tens o pc .
Preciso de flar contigo urgentemente tas ca no sabado à tarde ???
LÝ lindona . <3

Sofia disse...

Está lindo linda <3

E não compensa é preciso outro xD

Quero falar contigo :(


Beijinhos ;)

writingspace1 disse...

O que disse ha uns tempos tem-se vindo a confirmar e ainda bem. :) Adorei está lindo!

writingspace1 disse...

Obrigada linda!
Tambem nao podes falar muito por este andar daqui por uns aninhos vamos ouvir falar muito de ti!

MafaldaGomes disse...

Obrigada *-*
Sim , e se calhar hoje também se tiver tempo ao final da tarde.
Beijinhos*

Catt´s disse...

ok, mas quando puderes falar, vais ao meu blogue, sff .

Anónimo disse...

Não quero revelar a minha identidade, mas acho que tens um belo futuro, Mara. Continua a escrever estas histórias lindas. Bjos de uma amiga que te adora. <3

MafaldaGomes disse...

Desculpa não ter publicado nenhum ontem como tinha dito, mas cheguei a casa bastante tarde s:
Espero não te desiludir ao longo da história (;
Beijinhos*

mara disse...

Anónimo: Já sei quem és, obrigada, mas nao sei se é verdade. Esta historia é baseada em factos reais, tu sabes disso. Obrigada princesa por leres a minha historia. Beijo grande da tua amiga que te adora muito muito

P.S: Amanha vamos falar!

MafaldaGomes disse...

oh que querida *o*
Nunca joguei, mas gostava de experimentar ~~
Se elas alinharem, boa sorte. hahah (;

MafaldaGomes disse...

Pergunta-lhes, e se jogares depois conta como correu :b

Pattie' disse...

Olá. Eu sigo o teu blog, podes seguir o meu? $:

Patrícia Martins disse...

Gostei muito (:
Sigo.te :)

MariaCouto disse...

ainda bem que gostaste,princesa.
segui-to.
a minha nova parte, é hoje.
espero que gostes.
beijinho e fica bem :)

MariaCouto disse...

ainda bem.
ainda bem que esta ansiosa.
espero que adores.
e a tua nova parte?
fica bem.
beijinho *-*

MariaCouto disse...

Estou amar,princesa.
depois quero ver, estou muito ansiosa.